sexta-feira, 8 de abril de 2011

Como um são muitos

All content is © 2011 by makotoyabuki. All rights reserved.

Este é um daqueles filmes que encontramos por acaso, mas no final de o vermos aguça-nos a apetite. A obra é simples 3D, sem grandes cores quentes, mas com algumas que nos fazem ter representação. Alguns objectos até parece não terem render feito, mas na sua metamorfose encaixam que nem uma "luva". 
A obra deve ser admirada em fullscreen e o volume das colunas bem alto, porque o som do piano acompanhar torna a obra um belo momento de relaxamento. Para saberem mais sobre o autor, sigam o link. Agora deliciem-se.



ROSAMATE


ROSAMATE, upload feito originalmente por NoslenPhotographer.

sábado, 2 de abril de 2011

Aprender a Jogar

Na tentativa de perceber melhor como a literacia se pode fundir com os videojogos e visando  o meu projecto final de curso que vai abordar este tema e não só, vou finalmente começar a minha pesquisa e o trabalho que me vai ocupar nos próximos meses bastante tempo
Neste momento as ideias para o projecto ainda não estão totalmente claras, apenas existe ainda um rascunho de um sitio oficial que ainda tem que ser reformulado e finalizado, um nome e um logótipo: 

Logótipo do site de suporte ao projecto

Aprender a Jogar, no geral, vai tentar fundir três conceitos que vão ser pilares fundamentais em toda a produção do projecto. Esses conceitos são: Literacia, Videojogos e Origami.  
Neste sentido, torna-se relevante definir exactamente onde os três conceitos se podem fundir para a realização do meu projecto final de curso. Assim, a ideia que me surgiu é criar um site com mecânica de videojogo influenciado pelo conceito de gamification que é o uso da mecânica de videojogos para aplicações non-games, sendo também conhecido como funware. 
A orientação particular deste tipo de aplicação é levar as pessoas a adoptar dados cognitivos capazes de as fazerem mudar as atitudes. Isto entra na área da psicologia social, que também merecia ser foco da minha atenção, mas no entanto vai por agora ser descartado porque este é apenas o inicio de um projecto que eventualmente vai ter continuidade, mas noutra fase da minha vida académica.
Um outro ponto relevante a referenciar é a relação que o projecto vai ter com um outro que já aqui falei, isto é, o livro sobre a História dos Videojogos em Portugal, que no fundo será o fornecedor de dados que vão servir para a elaboração da narrativa que o site final irá ter. Por outras palavras, a interface do site terá uma mecânica de jogo e será baseada nos conteúdos que até ao momento foi possível arranjar por todos os envolvidos na cronologia dos videojogos em  Portugal.


O Origami servirá para a ilustração do layout do site que irá ser programado em Flash em Actionscript 3.0. A literacia irá no sentido do que James Paul Gee diz no seu livro "What video games have to teach us about learning and literacy":
Of course, video games offer players a feeling of achievement in a number of different ways. First off all, they operate according to a very powerful learning principle, a principle we can call the "amplification on input principle". When systems operate according to this principle, they give, for a little input, a lot of output. (Driving a car is a good example: you press a little pedal and off you zoom.) In a video game, you press some buttons in the real world and a whole interactive virtual world comes to life. Amplification of input is highly motivating for learning. 
No sentido do que foi dito acima, Aprender a Jogar vai tentar ser um input na aprendizagem e literacia que os videojogos podem trazer para as pessoas como output capaz de ensinar e mudar as atitudes perante este meio de comunicação. 
Em suma, o que aqui escrevi são apenas as ideias gerais do que o meu projecto final de curso tem a pretensão de ser. Brevemente irei publicar mais novidades. 

In the Stars