sexta-feira, 29 de março de 2013

Saber.











Só sei que nada sei, porque o que sei não sabia e fiquei a saber.
O que sei é saber que que sei e saberei.

Saber sem o que sei, é saber de que nada sei.

Sei o que sei, porque o saber não ocupa lugar.

Mas o que não sei quero saber, o que nunca saberei,
Sei que nunca vou saber.

domingo, 17 de março de 2013

Grupo ou Outsider

A vida em comunidade é um suplicio de uma segurança naturalmente encrostada nos nossos sentimentos.
As pessoas acreditando no mesmo deus, no mesmo partido, no que quer que as une, parecem um cordeiro de ovelhas.

Que em grupo se alimentam, dormem e se protegem.

Cantam e adoram o mesmo ser imaterial
Para uma vai as outras também vão, sempre com a ideia que é a atitude correcta.

Fazem por medo, receio e estabilidade. Devemos respeitar.

Mas os outsiders não são respeitados nas suas crenças, nos seus valores, nas suas atitudes.

Temos então uma maioria contra uma minoria.
Cada um encontra a sua felicidade como quiseres.

Ou dentro do grupo, ou fora.
A escolha é e cada um.

sábado, 16 de março de 2013

A Nave.

Sou eu que vou comandar esta nave. Ela vai sem destino e sem passageiros.
O seu destino é um lugar onde os sonhos acontecem e os pesadelos desaparecem.
Quem quiser entrar tem que adivinhar qual é a palavra mágica,
Mas como nunca ninguém adivinha, ela parte vazia.

Vazia de pessoas e logo de problemas.
Não há inveja, não há confusão, não há nada.
É o vazio total.

Mas há quem tente e continue a tentar, como se se outra alternativa tivesse.
Mas a nave está sempre vazia, sempre vazia.

Já percorreu os cantos mais recônditos,  e explorou as estrelas,
que até nós apenas nos contactam com a sua luz passados milhões de anos.

Esta nave quer passageiros, para isso basta descobrir a palavra mágica. 

sexta-feira, 15 de março de 2013

Arte





No fundo todos queremos ser artistas, ser capazes de através da criatividade sermos capazes de nos abstrair e construir obras que emocionem os estranhos que a vêem.
A arte no seu todo é a  forma mais pura que o ser humano tem de comunicar os recantos mais escondidos do seu cérebro.
Lá aquele sítio onde tudo acontece e é inventado. Através de dedução e indução.
A arte é a forma por excelência que temos para comunicar todas as situações e momentos que temos na vida. Ela não é mais que uma forma de expressão, embutida na necessidade de perceber o real que é irreal.
Arte.
Um mistério ainda por descobrir.



quinta-feira, 14 de março de 2013

Pensamento

Inusitado pensamento que fazes parte de mim.
Pertences às minhas faculdades mais substanciais, mas enganas-me tantas vezes.
Deixas que a minha mente escorregue pelo buraco,
mas também consegues que dele saia.

Pensamento que de conteúdo estás imaterial, mas de conteúdo és um cosmos.
Andas, rebolas e dás voltas.
Adormeces, mas mesmo assim estás sempre em actividade.

Pensamento, Pensamento.... Fica sempre lá dentro....

In the Stars