quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Malkolynch... A Metamorfose

Jonh Malkovich, um senhor cinema que dispensa apresentações, para os que conhecem e devem ser muitos porque a sua obra é vasta
Se juntarmos a ele David Lynch, outro senhor cinema mas no background, realizando obras únicas caracterizadas por uma linguagem única, motivo de estudo, negras mas com consistência na forma como o cinema deve ser considerado uma arte. 
Obtemos um projeto interessante patrocinado pela David Lynch Foundation uma instituição de filantropia e auto ajuda espiritual que ataca problemas sociais. 




O projeto playinglynch é uma série de vignettes, nas quais John Malkovich encarna personagens nas cenas do corpo mais singular do trabalho do realizador. As cenas podem ser baixadas uma a uma, sendo que os rendimentos vão para a fundação de Lynch.
Malkovich interpreta o agente Dale Cooper de "Twin Peaks", proporcionando uma nova visão sobre a personagem que ficou famosa por Kyle MacLachlan. 
Também está definido para reinterpretar John Merrick (John Hurt) de "Elephant Man", o Mystery Man (Robert Blake) de "Lost Highway e "Blue Velvet" Frank Booth (Dennis Hopper), Henry Spencer (Jack Nance) de "Eraserhead" e até mesmo o próprio Lynch. Uma cena será disponibilizada no site por dia durante a próxima semana.



Dentro do que é possível para mim escrever, David Lynch é uma referência para mim, bem como Jonh Malkovich. 
Eternamente ficarei marcado pelo trabalho de ambos, mas mais principalmente de Lynch. 
Principalmente por Twin Peaks, que quando passava na televisão portuguesa era eu uma criança e ainda não via o mundo na sua forma plena, mas sentia a agressividade da série na forma como ficava sem dormir algumas noites e a sua soundtrack introspectiva.  
Eraserhead foi daqueles filmes que demorei dias, semanas a entranhar a sua atmosfera negra e as personagens duras, apáticas. 
A primeira vignette já foi disponibilizada e temos Dale Cooper satirizado pelas interrogações eternas e antigas, camufladas pela ironia. 




Sem comentários:

A Mancha Humana

Philip Roth assume-se neste momento como o escritor que mais gosto de ler . Este é o meu segundo livro dele. E com o mesmo quero começar a ...